quinta-feira, 11 de junho de 2009

Papo de Teleco Teco: Quem nunca dançou ciranda? Para você os discos e o trabalho de luta e preservação da cirandeira Lia de Itamaracá.

"Esta ciranda quem me deu foi Lia que mora na ilha de Itamaracá" por Teca Calazans

Para Maria Correia do Nascimento, popularmente conhecida como Lia de Itamaracá a ciranda é um dom divino agraciado por Iemanjá. Através de um circulo pessoas giram, embaladas por cantigas suaves e melódicas, imitando no seu bailar movimentos semelhantes as ondas do mar em um oceano calmo. Porém a ciranda é uma dança que vai muito além das brincadeiras de criança. Alguns pesquisadores como Rosana Nevolpatto afirmam que sua origem é portuguesa, tendo maior influência e propagação no litoral norte Pernambuco e também em áreas do interior da Zona da Mata Norte deste Estado. Uma das características da ciranda é o seu lado comunitáio, onde despida de preconceitos quanto a cor, sexo, idade, condição social ou econômica dos participantes todos podem se embalar e dançar.
A maior representante desta dança em atividade é a cantora Lia de Itamaracá nascida em 1944, e que desde os 12 anos, luta pela sustentação deste patrimônio cultural de Pernambuco. Lia também executa trabalhos de preservação de ritmos como o coco e o maracatu, e faz além de shows na ilha, trabalhos de turismo e de merendeira como funcionária pública do estado. No ano de 1977 depois de sair em uma reportagem do Fantástico e também da gravação do primeiro disco "Rainha da Ciranda" ganhou notoriedade porém, por não se encaixar nos padrões impostos pela indústria cultural caiu no esquecimento por quase 20 anos, continuando a compôr e gravar inúmeras obras, registradas apenas em sua mente. No ano de 2000 lançou seu segundo disco "Eu sou Lia" o qual lhe propiciou maior reconhecimento no Brasil e também no exterior, fazendo com que participasse de diversos festivais nacionais e internacionais divulgando a beleza e a simplicidade deste movimento cultural pernambucano. Salve a Rainha de Itamaracá. Abaixo os discos que fizeram com que a ciranda pernambucana alcançasse o mundo. por Fábio
Isto é PAPO DE TELECO TECO


A Rainha da Ciranda - 1977
1- Quem me deu foi Lia / Moça namoradeira / Quero saber / Menina que vai à praia / Ô se balança
2- Ciranda do Geraldo / Vou dançar ciranda / Boa viagem
3- Ciranda nova / Baixa verde / Doutor Jorginho

4- Pai Baracho
5- Ciranda de Lia
6- Coco verde / Ciranda feiticeira
7- Minha ciranda / Moreno cirandeiro
8- Moreno dengoso / Menina linda / Pátio de São Pedro
9- Entrevista com Lia de Itamaracá e Oziris Diniz
Eu sou Lia - 2000
1. Eu Sou Lia/Minha Curanda/Preta Cirandeira
2. DR, Jorginho/Janína/Lá Em Goiás
3. Copacabana/Lia É Lia/Loura, Morenza E Mulata/Roberto Carlos
4. Discoteca de Pracinha/Se Balança/Boa Viagem/Verde Do Mar
5. Chamego de Lia/Ciranda Do Amor
6. Meu Cachorro Peri/Fui Pra Escola/Olã/Ajoelha, Ajoelha
7. Nagô, Nagô
8. Meus Cabelos Brancos
9. Ele Não Sabe O Que É O Amor/Mal de Amor
10. Eu Sou Lia (Ciranda de Lia)


Ciranda de ritmos - 200801-Dança do povo
02-Quem me deu foi Lia - Moça namoradeira
03-Maxixe da vizinha
04-Morena de Pernambuco
05-Côco limoeiro - Baralho
06-Mamãe Oxum
07-Verde mar de navegar
08-Ciranda feiticeira - Ciranda nova - Santa Teresa
09-Balança moreno cirandeiro
10-Coco meu barcou velou - o passarinho
11-Cirandando pela praia
12-Essa ciranda é minha
13-Recife
14-Moreno dengoso
(Atenção: Este link encontra-se na Internet através de blogs e não é de responsabilidade dos membros do Ecos do Teleco Teco devendo ser deletado de seu micro no período máximo de 24 horas.Recomendamos que adquiram o cd na intenet através de sites como http://www.buscape.com.br/ ou similares preservando os direitos do ator)
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A música pulsa como um Eco, estes sons meus amigos são os nossos teleco tecos que vibrantes pulsam igual nossos corações, valeu o comentário!!