quarta-feira, 8 de julho de 2009

O Terreiro de Tia Doca



Em janeiro de 2009 faleceu Jilçária Cruz Costa, popularmente conhecida como Tia Doca, pastora da Velha Guarda da Portela. Doca comandava um dos mais tradicionais pagodes da cidade do Rio Janeiro, o Pagode da Tia Doca. O Pagode da Tia Doca é um dos últimos redutos de samba de terreiro do Rio de Janeiro, local onde sempre passam muitos sambistas velhos e novos. Dudu Nobre representante da nova geração comentou ao jornal o Dia sobre o fato no dia do falecimento de Doca: "Sempre tive um respeito muito grande por ela, afinal ela me conhecia desde criança quando eu ia ao pagode dela levado por minha mãe. Ela fazia questão de me oferecer comida e perguntar se estava tudo bem. Ligava também quando eu estava doente e vivia preocupada com todo mundo. Perdi uma amiga querida", lamentou. "Ela era a essência do pagode em pessoa. Sua importância é enorme, porque foi uma das poucas a preservar a verdadeira tradição do samba dentro de um terreiro. Cantei lá há um mês mais ou menos e era um dos meus programas prediletos" destacou. Atualmente podemos ver e entender a importância desta mulher no filme "O Mistério do Samba" produzido por Marisa Montes e Paulinho da Viola. Sem duvida mais uma grande perda ao samba brasileiro. por Crâ
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A música pulsa como um Eco, estes sons meus amigos são os nossos teleco tecos que vibrantes pulsam igual nossos corações, valeu o comentário!!