terça-feira, 2 de novembro de 2010

No último Xô Segunda de 25/10 a única chuva a prevalecer foi a de aplausos


A noite estava chuvosa , e comandando o Xô Segunda especial um amigo mais que especial conduzia humildemente um dos grandes encontros das noites boemias de Piracicaba. Timidamente jovens talentosos chegavam para aquela que com certeza seria um registro que ficaria para sempre na mente e no coração de todos os presentes. Ao final sobre uma chuva de aplausos, as aproximadamente 160 pessoas sairam da segunda enfeitiçadas pela música que atingiu algo muito além da percepçao de seus próprios ouvidos.

"*Se o choro fosse futebol, esses seriam os meninos da Vila.*" Deco

Aliás, talvez não, seriam melhores, pois controlar 10 dedos e um coração pulsante deve ser bem mais difícil do que controlar 2 pernas e um coraçãovendido. Nomes e sobrenomes de craque eles já têm (diz aí Casagrande!) Na noite do último Xô Segunda, num ambiente quase clandestino, assim como os relatos dos primórdios do choro, talentos da música instrumental se reuniram e em homeopáticas doses, curaram almas com boa música. Lépidos fraseados em alternância com atemporais e peremptórias fermatas traduziam a paradoxal ligação entre o exibido virtuosismo do intérprete e a timidez quase juvenil da pessoa enquanto ser. O ráio pode sim cair várias vezes no mesmo lugar. Caíram tanto, que fizeram os presentes sairem dos seus lugares e aplaudirem em pé. E a noite terminou chuvosa, mas iluminada." *Deco* (Músico, compositor e integrante do Xo Segunda)



"Parabenizo a iniciativa de implantar o CHORO dentro do XÔ SEGUNDA!! O evento foi no mais alto nível pela sua competência na questão da organização e por sua visão em chamar o grande amigo Rafael Barros para coordená-lo. A união dessas forças levou o evento da última segunda feira ao sucesso que ficará gravado na retina de quem presenciou os choros embalados na noite do dia 25-10-2010!!! Bruno Dellavilla (Organizador, bandolinista e cavaquinista do Xô Segunda)"



"Achei que o encontro mostrou como estamos rodeados de talentos, músicos geniais e músicos novos, com pouca idade, que é o mais interessante. Isso revela os valores diversos de nossa sociedade, quando pensamos que a nova geração está contaminada pela mídia, vem um encontro como o Xô Segunda e quebra essa teoria, revelando instrumentistas chorões e de alta qualidade. É uma nova geração que já se conhece e terá muito frutos pra colher no futuro. Mas isso tudo pode depender de como o Xô Segunda, por exemplo, vai influenciar a abertura de novos espaços musicais, casas de show de samba e choro, pois público é certo que se tem. Iniciativas como o Xô Segunda devem ser valorizadas, ainda mais quando a questão gira em torno da boa música, com qualidade e conteúdo. Viva o choro! Saulo Ligo (Músico, compositor e integrante do Xô Segunda)"



"Não me venham dizer que tudo gira em torno do mercantilismo, e que as pessoas se renderam a animosidade, sempre é possível transformar a partir do momento que se consegue formar circulso com pessoas de qualidade, humildade e respeito, prova disto é o Xo Segunda que a cada encontro se recheia com o melhor da qualidade musical." Fábio Martins



"Foi bom msm!! Como Educador e músico só tenho que dizer que fiquei muito contente com o encontro no xô segunda,pois vi na roda exímios músicos e todos compartilhavam a amizade verdadeira e sincera que se transformou em som. Acredito que as pessoas tem que escutar mais música instrumental,pois estimula o cerebro e desperta outras sensações,que a música com texto por si não é capaz e no quatizinho vimos um público seleto que conseguiu entender e sentir os diálogos instrumentais. O choro sempre carregou consigo essa energia mágica,que deixa as pessoas extasiadas,e compartilhar tudo isso por uma causa tão nobre,foi combustivel pra que esse sentimento invadisse e contagiasse a todos no quatizinho que já nos traz esse sentimento nostalgico,pois foi o local de origem da seresta Piracicabana. Obrigado pela Opurtunidade e viva o "CHORO" e a música INSTRUMENTAL Brasileira. Rafael Barros (Coordenador Musical do Xô Segunda de choro)"



"O Xô Segunda não tem palavras para agradecer a presença de todos os amigos, admiradores, chorões que estiveram presentes no último dia 25/10 no Bar do Quatizinho, antigo bar seresta. E claro um agradecimento especial à Rafael Barros pelo carisma, humildade, procedimento e talento que conseguiram reunir nesta noite memorável o melhor do choro brasileiro. Dia 13/12 tem a grande saideira. Coordenação Xô Segunda


Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A música pulsa como um Eco, estes sons meus amigos são os nossos teleco tecos que vibrantes pulsam igual nossos corações, valeu o comentário!!