quarta-feira, 24 de junho de 2009

O Fundo de Quintal e a renovação sem Mário Sérgio



Ano passado, depois de 18 anos o músico e compositor Mário Sérgio deixou o grupo Fundo de Quintal, conforme declarações ao jornal Extra do Rio de Janeiro sua partida foi amigável e se deu a um desejo em realizar novos trabalhos. "Depois de tanto tempo no grupo, cheguei à conclusão de que já fiz o que tinha que fazer no Fundo. Conversando com algumas pessoas, disse que gostaria de seguir em carreira solo e aí surgiram propostas de gravadoras para fazer meu disco" disse o músico ao jornal , que afirmou continuar seguindo a linha de samba, porém deseja desenvolver trabalhos de Bossa Nova e sons mais swingados como Jorge Ben Jor. Questionado sobre o repertório de seu novo trabalho e das lembranças no grupo Mário Sérgio disse que continuará cantando músicas do Fundo de Quintal, "Foram anos ótimos. Viajamos pelo mundo todo, fizemos vários amigos. Somos a formação mais duradoura e com mais êxito da história do Fundo de Quintal, a mais premiada. E todos nós, eu, Arlindo, Sombrinha, Aragão, Almir Guineto, não saímos do grupo, nós continuamos fazendo parte dele". Quanto ao Fundo de Quintal, Byra Presidente em entrevista ao mesmo jornal disse que o grupo viu a saída de Mário Sérgio de forma tranquila, "nós temos uma base muito forte. Eu, Ubirany e Sereno, fundadores, não podemos sair nunca. Nós construímos essa história. E agora formamos talentos. O Fundo de Quintal é um trampolim para os bons artistas. Quem for bom aproveita o que aprendeu aqui e se dá bem depois. Espero que isso aconteça com o Mário Sérgio", segundo Byra o Fundo de Quintal sempre esteve passando por um processo de transformação, destacando trabalhos carnavalescos executados através do Cacique de Ramos que para o mesmo sempre será a faculdade do Samba, mesmo sem o merecido reconhecimento no Brasil. Ao que parece o Fundo de Quintal já está a procura deu um substituto, e nós entusiastas, torcemos que neste processo de renovação o samba seja o real vencedor. por Fábio
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A música pulsa como um Eco, estes sons meus amigos são os nossos teleco tecos que vibrantes pulsam igual nossos corações, valeu o comentário!!