terça-feira, 6 de setembro de 2011

Vários do lado daqui e vários do lado de lá, Emicida e seu rap que deu samba

"As marchinhas vão ser fúnebres e os desfiles memória
Se nós não pararmos agora quem não respeita nossa história
" por Emicida

Sim é na periferia que o alicerce musical também é montado. Marginalizado, preconceitualizado rap e samba jamais deixaram de mostrar seu recado. Abaixo uma apresentação de Emicida no Samba da Vela, versos fortes e rima afiada falando de tradição e poluição no carnaval. Créditos do vídeo ao site meu samba é roots



Digo que minha inspiração tem bagulho de batucada
Os pretos voltam a ser só os pretos

No melhor estilo homem na estrada

É nóis fita dominada

É só olhar para o trampo quem recebe menos e é tudo nosso

Gringo velho tira o maior lazer

É nóis

Divide a alegria com você

É nóis

Na Bozolandia é mais fácil de dizer

É nóis

Mas sozinho na quebrada é eu

Vendo as comunidade dando o sangue todo dia

Para modelete global ser rainha da bateria

Quem tem dinheiro alcança sua fantasia sem zelo
Quem tem só ela fantasia para sair deste pesadelo
Pois quem é fica e ajuda a construir outro carnaval
Mas quem não é antes da quarta esta dizendo tchau
Tira a beleza natural que tira qualquer fotoshop

Pois paquita de silicone a gente só come

Que só é atraente quando esta com voz no boot

Fala de comunidade mas mal conhece a do Orkut

A serpentina esconde o bote da víbora assassina

Geraldo Filme a um século atraz conseguiu narrar esta sina

Que ensina na real o que acontece na pista

Não deixe o samba morrer

Olhe este verbo e insista

A elegância do mestre sala vai ser mantida

Apesar do lixo da calçada que cobre cada avenida

Não tem hora melhor e basta para excluir estes putos

Antes que as porta bandeiras asteiam bandeiras de luto

As marchinhas vão ser fúnebres e os desfiles memória

Se nós não pararmos agora quem não respeita nossa história


Confere a música aí

Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A música pulsa como um Eco, estes sons meus amigos são os nossos teleco tecos que vibrantes pulsam igual nossos corações, valeu o comentário!!