sexta-feira, 6 de julho de 2012

Há corda então, acorda Piracicaba


*Na foto Rafael Barros e Vitor Casagrande
Há corda Piracicaba
Demonstrando o talento dos filhos seus;
Acorda Piracicaba
Fornece espaço aos merecidos artistas seus;
Há corda Piracicaba 
Musicando com excelência por todo Brasil;
Acorda Piracicaba
Trata a cultura como realmente ela merece
Há corda Piracicaba 
Conciliando talento e dedicação;
Acorda Piracicaba 
Eleva ao mundo o talento dos músicos seus;
Há corda Piracicaba
Encantando, ensinando e demonstrando os acordes seus;
Acorda Piracicaba 
Pois é através da cultura  e não do mercantilismo cultural que chegaremos a  consagração dos talentos seus;
Há corda, então acorda Piracicaba.


Este ano mais uma vez dois músicos talentosos se classificaram nas eliminatórias do prêmio Nabor Pires, são eles Rafael Barros e Vitor Casagrande. Brilhantemente representada pelos mesmos, tivemos ainda  Rafael Barros recebendo o segundo lugar neste importante festival. Embora repetitivo,  insisto  à necessidade de  um merecido olhar   a musicalidade produzida  aqui; musicalidade esta  que infelizmente ainda briga por merecidos espaços em Piracicaba para ser dissipada e apreciada merecidamente. Porém como nem tudo são só mazelas,  contra este processo  contamos  com músicos geniais da qualidade de Rafael Barros, Vítor Casagrande e muitas outras jóias  locais que em festivais deste nível demonstram que não será isto que os impedirá de realizarem muito "barulho" por aí.

Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A música pulsa como um Eco, estes sons meus amigos são os nossos teleco tecos que vibrantes pulsam igual nossos corações, valeu o comentário!!