sexta-feira, 2 de março de 2012

E o tal túmulo do samba voltou ou seria mesmo coisas de "poetas" cariocas?


E eis que ao final do festival Exposamba da rede Globo de televisão, uma nova polêmica invade o universo cibernético. Pois é meu povo depois do problema da apuração dos votos em São Paulo, o vencedor do festival Exposamba, um carioca, reacende uma antiga polêmica criada pelo poetinha Vinicius reafirmando que a terra da garoa não passava do túmulo do samba. Ao generalizar o problema nas urnas carnavalescas da apuração de 2012 em São Paulo com a realidade de seu samba, o carioca vencedor de um festival paulista foi muito mal na sua explanação. Comparar o samba paulistano ao que aconteceu no último carnaval paulista é simplesmente cuspir no prato que comeu, e claro mostrar-se também um tremendo desconhecedor dos fatos. São Paulo é um berço de tradições, resgates e histórias; e isto não tem nada a ver com qualidade mas sim com identidade; coisas que o filho de um grande sambista e boêmio carioca deveria saber decór. Como foi musicado no disco Samba Esporte Fino de Seu Jorge: "Pequinês que quer brincar com pitbul pirou de vez, vira pequinique de urubu". Já faz algum tempo que no carnaval de São Paulo algumas agremiações não andam mais as mesmas, mas seu samba, ou melhor seu verdadeiro samba sempre sobreviverá e renascerá dentro de suas tradições e solidez, financiando até muita gente que por "descuido" nas palavras mostra além de ingratidão, descaso.
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A música pulsa como um Eco, estes sons meus amigos são os nossos teleco tecos que vibrantes pulsam igual nossos corações, valeu o comentário!!