sexta-feira, 29 de maio de 2009

O samba morreu?



O samba é eterno. Particularmente acredito que enquanto houver comunhão de respeito entre pessoas aliadas a pandeiros e "telecotecos" o samba estará vivo, afinal ele não é só tocado ( pelo menos na humilde percepção de quem aqui lhes escreve) tornando-se uma relação tão forte, que possibilita ao sambista falar da tristeza mais profunda envolto a um ritmo que manifesta a mais pura alegria, porém o fato de pessoas acreditarem que ele se transformou é também interessante, afinal embora seja complicado e perigoso falar do tema sem reflecções profundas e análises críteriosas de seu processo evolutivo , percebo que surgiram durante estes anos muitos "clones" deste ritmo como o samba funk, samba rock, samba reggae, samba de coco, samba soul e até o samba punk, sim samba "punk", onde gringos escosseses ao melhor estilo hardcore, balançando suas cabeças entopetadas além de criar uma nova vertente, sinalizam até aos mais céticos que algo esta ocorrendo. Também existem os que defendem que ele faleceu, um fato complicado de tentar entender ou mesmo explanar sendo um amante do samba, mesmo respeitando tal opinião. Porém me sinto obrigado a sugerir que pelo menos tentem, poderosos incrédulos, sambar ao som do vídeo abaixo; aí quem sabe depois vocês até mudem sua opinião?por Fábio
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

1 comentários:

  1. Vim retribuir sua visita lá no meu blog.
    Gostei de seu trabalho e já me cadastrei como seguidor.
    Parabéns se precisar de algo e só falar
    Abraço

    ResponderExcluir

A música pulsa como um Eco, estes sons meus amigos são os nossos teleco tecos que vibrantes pulsam igual nossos corações, valeu o comentário!!