quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

E deu Ecos: A história por trás da música Agoniza mas não morre


A música deste valoroso compositor você já deve ter ouvido!!!



Mas e a história dela?

Nelson Sargento foi o autor do clássico samba "Agoniza mas não morre" cantado em muitas rodas de samba "raiz". Nelson a algum tempo estava com o tema da canção mas ainda faltava um reflão que completasse a música. Ocorre que certa vez sua primeira esposa encontrava-se muito doente, muito gripada e Nelson Sargento havia, ido participar de uma roda de samba que costumeiramente freqüentava. Ao chegar, tarde da noite sua esposa zangada logo indagou:

-Poxa Nelson chegando esta hora?

-Ah vidinha você sabe que eu estava na roda de samba!

-Nelson, eu aqui doente, podendo até ter morrido e você no samba?

-Ah vidinha você agoniza mas não morre, pois o Nelsinho sempre te socorre antes do suspiro derradeiro

-Nelson até na hora de minha doença você faz samba?


-Você disse samba vidinha? Esta aí a palavra e o reflão que faltava para minha canção:
-"Samba agoniza mas não morre alguem sempre lhe socorre antes do suspiro derradeiro"

O resto como todos sabem foi o sucesso "Agoniza mais não morre" cantada pelo sambista que simboliza não só o processo de transformação do gênero, como também poderia se encaixar em qualquer outro tipo de manifestação ligada a cultura popular, com uma ajudinha da sua esposa é claro. por Fábio


Agoniza mas nao morre
Nelson Sargento



Samba,
Agoniza mas não morre,
Alguém sempre te socorre,
Antes do suspiro derradeiro.

Samba,
Negro, forte, destemido,
Foi duramente perseguido,
Na esquina, no botequim, no terreiro.

Samba,
Inocente, pé-no-chão,
A fidalguia do salão,
Te abraçou, te envolveu,
Mudaram toda a sua estrutura,
Te impuseram outra cultura,
E você nem percebeu,
Mudaram toda a sua estrutura,
Te impuseram outra cultura,
E você nem percebeu.
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

1 comentários:

  1. Oi Fabio,

    Primeiramente obrigado por me visitar lá no blog, desculpe não escrever antes, pois sofri uma pequena cirurgia e depois você entreou de férias.
    Quanto ao Nelson Sargento eu adoro!

    Abraços

    ResponderExcluir

A música pulsa como um Eco, estes sons meus amigos são os nossos teleco tecos que vibrantes pulsam igual nossos corações, valeu o comentário!!