quinta-feira, 15 de julho de 2010

Zicartola: Um lugar para comer, beber, sambar, pensar, pensar e pensar junto a companhia de Dona Zica e Cartola

"Em um período muito distante existiu um lugar chamado Zicartola"

Antes de começar meu "tere te te" a prudência pede que primeiro comece a falar quem viveu por lá, então fala mestre Zé Kethi...



Em frente a um sobrado da Rua da Carioca, número 53 sob um ambiente festivo e lapidado pela maravilhosa culinária de Dona Zica e as poesias musicais de Cartola surgiu um dos maiores manifestos culturais,políticos e sociais do Rio de Janeiro. E como se não bastasse tudo isso, o local foi responsável pelo ressurgimento de vários sambistas tradicionais e também como colaborador dos protestos contra a ditadura que começava a mostrar suas garras em nosso país. Dona Zica e Cartola formaram o ímã que uniu Zona Norte e Sul do Rio de Janeiro em uma comunhão em prol de pensamentos quase sinérgicos.


Mas também pudera pois vejam alguns dos que fizeram parte deste time: Zé Kethi (mestre de cerimônia e divulgador do Zicartola), Nelson Cavaquinho, Clementina de Jesus, Paulinho da Viola, Nara Leão, Jackson do Pandeiro (entre outros) que somados a uma pá de intelectuais e garotos da classe média, que desciam de suas tamancas e rendendo-se as batucadas quase intermináveis , transformaram os padrões do cenário da época, despertando cada vez mais a necessidade de muitas pessoas em participar deste convívio quase familiar com Dona Zica e Cartola. Zicartola mesmo com seu curto período de existência serviu como uma encubadora que estimulava e criava outros novos processos positivos , algo que até então parecia ser impossível diante dos padrões impostos pelo senso comum da época.
Quer saber mais do Zicartola? Clica aqui
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A música pulsa como um Eco, estes sons meus amigos são os nossos teleco tecos que vibrantes pulsam igual nossos corações, valeu o comentário!!