quinta-feira, 13 de maio de 2010

13 de maio e os heróis da Liberdade. Mas liberdade de que? Liberdade para que?

"Essa brisa que a juventude afaga
Essa chama
Que o ódio não apaga pelo universo
É a evolução em sua legítima razão"
Hoje é 13 de maio, comemoremos a "libertação dos escravos". Mas liberdade de que? Liberdade para que? Jogado a sorte, sobre alegação libertária uma lei é assinada, sobre pressões mais comerciais que sociais, a liberdade é promulgada na busca de amenizar um processo já existente. Porém não se cala quem esta acostumado a enfrentar o açoite; e deste fato herdam-se outros cantos, que impulsionam outros clamores, como o que se deu no carnaval de 1969, no histórico desfile do Império Serrano, quando foliões pertencentes as classes mais simples conduzidos pelo samba histórico "Heróis da Liberdade" de Silas de Oliveira, Mano Décio e Manoel Ferreira surpreenderam revitalizando a história da abolição, deixando inerte perante a imposição deste desfile, o regime da ditadura. Era mais uma vez o coletivo contra a subjugação e a imposição; onde em forma de samba foliões clamavam "já raiou a liberdade". Mas liberdade de que? Liberdade para que? por Fábio
*Abaixo vídeo e letra da música Heróis da Liberdade feito em 1969 por Silas de Oliveira, Mano Décio e Manoel Ferreira , onde mesmo com seus versos fortes fez a ditadura calar-se perante a manifestação coletiva contida neste desfile carnavalesco que se tornou mais um fato histórico de nossa música brasileira, um verdadeiro Eco de Teleco Teco.



Heróis da LiberdadeComposição: Silas de Oliveira, Mano Décio e Manoel Ferreira

Samba, ó samba
Tem a sua primazia
Em gozar de felicidade
Samba, meu samba
Presta esta homenagem
Aos heróis da liberdade

Passava noite, vinha dia
O sangue do negro corria
Dia a dia
De lamento em lamento
De agonia em agonia
Ele pedia o fim da tirania
Lá em Vila Rica
Junto ao largo da Bica
Local da opressão
A fiel maçonaria, com sabedoria
Deu sua decisão
Com flores e alegria
Veio a abolição
A independência Laureando
O seu brasão
Ao longe soldados e tambores
Alunos e professores
Acompanhados de clarim
Cantavam assim
Já raiou a liberdade
A liberdade já raiou
Essa brisa que a juventude afaga
Essa chama
Que o ódio não apaga pelo universo
É a evolução em sua legítima razão

Samba, ó samba
Tem a sua primazia
Em gozar de felicidade
Samba, meu samba
Presta esta homenagem
Aos heróis da liberdade

Ô, ô, ô, ô
Liberdade senhor!
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

3 comentários:

  1. Este é o mais lindo dos sambas! Parabéns pelo post e parabéns pelo dia de hoje!...

    ResponderExcluir
  2. Lindooooo
    Também tem um samba do Salgueiro de 1964 - Chico Rei que eu acho muito especial!!! Parabéns a todos nós, pelo dia de Hoje e por todos os dias de vitória em nossas vidas como negros conscientes e acima de tudo felizes, com a cor da nossa pele!!!

    Vivia no litoral africano
    Um régia tribo ordeira
    Cujo rei era símbolo
    De uma terra laboriosa e hospitaleira.
    Um dia, essa tranqüilidade sucumbiu
    Quando os portugueses invadiram,
    Capturando homens
    Para fazê-los escravos no Brasil.

    Na viagem agonizante,
    Houve gritos alucinantes,
    Lamentos de dor
    Ô-ô-ô-ô, adeus, Baobá,
    Ô-ô-ô-ô-ô, adeus, meu Bengo, eu já vou.
    Ao longe Ninas jamais ouvia,
    Quando o rei, mais confiante,

    Jurou a sua gente que um dia os libertaria.
    Chegando ao Rio de Janeiro,
    No mercado de escravos
    Um rico fidalgo os comprou,
    Para Vila Rica os levou.
    A idéia do rei foi genial,
    Esconder o pó do ouro entre os cabelos,
    Assim fez seu pessoal.
    Todas as noites quando das minas regressavam
    Iam à igreja e suas cabeças lavavam,
    Era o ouro depositado na pia
    E guardado em outro ligar de garantia
    Até completar a importância
    Para comprar suas alforrias.
    Foram libertos cada um por sua vez
    E assim foi que o rei,
    Sob o sol da liberdade, trabalhou

    E um pouco de terra ele comprou,
    Descobrindo ouro enriqueceu.
    Escolheu o nome de Francisco,
    Ao catolicismo se converteu,
    No ponto mais alto da cidade Chico-Rei
    Com seu espírito de luz
    Mandou construir uma igreja
    E a denominou
    Santa Efigênia do Alto da Cruz!

    ResponderExcluir
  3. Consciência sempre meus amigos, consciência sempre!!!

    ResponderExcluir

A música pulsa como um Eco, estes sons meus amigos são os nossos teleco tecos que vibrantes pulsam igual nossos corações, valeu o comentário!!