quarta-feira, 21 de julho de 2010

Salve o Samba da Vela mais um patrimônio sambístico paulistano


"O poeta falou que São Paulo enterrou o samba. Que não tinha gente bamba, e não entendi por que. Fui na Barra Funda, fui lá no Bixiga, fui lá na Nenê, me desculpe poeta, mas discordo de você"

Na última segunda feira o Samba da Vela fez um ano. Um samba que valoriza as composições, sem deixar de lado uma identidade própria. Como não poderia deixar de ser, infelizmente também recebe algumas críticas, não dá para agradar todo mundo né? Já ouvi comentários como metódico, teórico e até não espontâneo, isto mesmo não espontâneo acreditem. Por tristeza ainda não tive a oportunidade de conhecê-lo; mas desde o primeiro contato através de discos e vídeos já me dei por impressionado, logo não poderia deixar de tecer meus elogios, afinal sobreviver culturalmente por 10 anos com um trabalho que vai contra a mídia consumista, no mínimo merece muito respeito. A foto ao lado e os vídeos abaixo foram colhidos pelos amigos do blog
Samba Cidade e pelo que li e vi, deu para ver que a festa foi realmente animadíssima. Longa vida ao Samba da Vela e seus idealizadores, e que novas propostas surjam e perdurem por longos anos na coleta de novos convívios e novos talentos como alternativa ao senso comum. por Fábio
*Créditos Cidade do Samba

Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A música pulsa como um Eco, estes sons meus amigos são os nossos teleco tecos que vibrantes pulsam igual nossos corações, valeu o comentário!!