domingo, 26 de fevereiro de 2017

Palco Iluminado: Núcleo Xô Segunda


"A vida vai ser sempre essa roda gigante e, se você não aguenta o frio na barriga na hora da descida, não vai sentir o vento no rosto e a sensação única da subida. E vai por mim, a vista lá de cima é incrível..."

O tempo é favorável: estamos em pleno Carnaval, uma das festas mais populares do mundo, principalmente no Brasil.
E nesse clima, nessa sexta, o SESC Piracicaba convidou para o Luau de Verão, o Núcleo Xô Segunda para carregar a bandeira do samba.
A Roda Gigante mais uma vez se reuniu. E girou.
Quem estava lá pode sentir a energia que vem do inexplicável. 
Ali, muito talento reunido. Tem quem compõe, quem toca, quem escreve, quem faz melodia. Sentado nesses banquinhos tem jovens de 20 e poucos anos. Tem os jovens que somam mais de 20 anos de carreira também.  
Os sambas são autorais. 
Tem os que falam de amor. Tem os que falam de problema social e do cotidiano. Tem música de alegria e descontração. 
A Roda é solidaria em quase todos os seus encontros: são muitas ações sociais que rodeiam o projeto: já juntou-se leite, brinquedos, materiais de higiene. 
Entre eles tem algo totalmente diferenciado das bandas que existem aos montes na noite em geral: o que os une não é o sucesso ou o dinheiro. O que os une é a amizade e os bons momentos compartilhados.
Falar que a Roda está completa nessa foto não é verdade. Somos muito mais.
Falar de Xô Segunda é falar de quem está no palco e de quem está em frente a ele que se torna um só. São as famílias dos músicos. São muitas famílias que acompanham por carinho o Núcleo. São muitos amigos. São Jorge no centro. E uma presença que os abençoa lá do Alto, sempre representada em todos os encontros. E com isso, formamos uma só família: a do Xô Segunda, da Roda Gigante.
A vista lá de cima é incrível sim. É a vista de pessoas do bem num mesmo ambiente, com um objetivo comum: se reunir, fazer música de qualidade e confraternizar. E nunca se esquecer que o mais importante é o mais simples. Ser feliz é de graça!
Sobre esse show, muita preparação, ensaios, noites em claro para apresentar uma noite linda. O resultado foi como esperado: pessoas felizes, abraços, muito samba, palma da mão, risadas e horinhas de puro prazer. 
Um pequeno resumo: Vento no Rosto, Sensação Única, Palco iluminado e Noite Abençoada. 
E um brinde, claro, com aquela gelada no final do show pra comemorar a vida com todos reunidos na velha mesa de um bar!!! 
Gratidão define!!! 
  

Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A música pulsa como um Eco, estes sons meus amigos são os nossos teleco tecos que vibrantes pulsam igual nossos corações, valeu o comentário!!