sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Com prazer Heitor dos Prazeres - O pintor

Foi de um momento de tristeza através da morte de sua esposa Glória em 1936 que o pintor e artista plástico Heitor dos Prazeres surgiu. Em um misto de emoções realizou sua primeira obra o Pierrot Apaixonado. Conhecedor de candomblé, jongo, lundu, cateretê, samba e do cotidiano dos malandros e das pessoas simples do Rio de Janeiro, utilizando de seu seu virtuosismo e percepção, este autodidata estimulado pelo jornalista e desenhista Carlos Cavalcanti Heitor vai ganhando espaço no mundo das artes.
Neste vídeo algumas obras de Heitor dos Prazeres
Em 1951 recebe o 3º lugar para artistas nacionais na 1ª Bienal Internacional de São Paulo com a tela Moenda que destacava o universo do trabalho rural. Dois anos depois é homenageado na 2ª Bienal Internacional de São Paulo. Em 1959 no Rio de Janeiro faz sua primeira exposição individual na Galeria Gea. Entre seus admiradores e detentores de sua obra encontrasse a princesa Elizabeth a qual na exposição de RAF (1951), em prol das vítmas da Segunda Guerra, adquiriu a tela Festa de São João feita por Heitor aumentando ainda mais seu respeito e prestígio internacional, fazendo com que seu nome figurasse no boletim de divulgação do MOMA, New York ao lado de artistas como Portinari, Guignard, Matisse, Picasso, Renoir, VanGogh, Orosco dentre outras celebridades.por Fábio
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A música pulsa como um Eco, estes sons meus amigos são os nossos teleco tecos que vibrantes pulsam igual nossos corações, valeu o comentário!!